1.   
    Home
  2.  > 
    Pílulas Hyundai
  3.  > 
    Carros no litoral: confira como proteger o seu veículo!

Descubra 21/12/2020

Cuidados essenciais com carros no litoral: como proteger o veículo?

Motorista limpando seu carro

Visitar uma cidade praiana com veículo próprio é uma das melhores formas de variar a rotina da família. E não importa se a viagem antecede um rápido passeio de férias ou uma mudança definitiva: em ambos os casos, os proprietários devem ter cuidados redobrados com os carros no litoral. O motivo está principalmente na ação da maresia, que acelera o processo de corrosão de elementos metálicos presentes nos automóveis. Isso ocorre porque uma névoa úmida paira no ar e transporta gotículas de água repletas de sais minerais, enferrujando diversas estruturas e objetos. Felizmente, você pode prevenir problemas relacionados a esse fenômeno de várias formas. Prossiga com a leitura e veja as melhores práticas para proteger seu veículo!

Lave o veículo semanalmente

A frequência de limpeza deve ser maior quando o carro é utilizado em locais próximos da praia. Afinal, partículas finas de sal e de areia estarão em contato direto com as ferragens e demais peças do veículo. O ideal, para evitar maiores prejuízos, é investir em uma lavagem completa a cada semana. Tanto a parte externa quanto a área interna devem ser higienizadas corretamente. Além disso, sempre que você fizer uma viagem de carro e precisar ir a um serviço de lavagem desconhecido, observe o processo e os produtos utilizados. Fórmulas neutras são as mais indicadas por não causarem danos à proteção da pintura, da borracha e dos componentes elétricos.

Invista em selantes de qualidade

A aplicação desse tipo de produto é recomendada para potencializar a proteção contra a ferrugem e o desgaste. O custo compensa muito para quem passa longos períodos em regiões litorâneas e, claro, para as pessoas que pretendem se mudar ou já vivem em uma cidade com praia. Existem diversas opções de selantes no mercado, com fórmulas específicas para superfícies de borracha, vidro e plástico. São produtos que criam uma película sobre o carro para evitar o contato com a maresia e deixar a pintura intacta por mais tempo. Se quiser prolongar o efeito de proteção, priorize marcas de qualidade.

Lixe as partes enferrujadas

Quem adora um passeio ou faz parte do time dos esportistas sabe que é difícil manter o carro parado. Então, encare o fato de que, enquanto experimenta essas aventuras na praia, você estará expondo seu veículo à maresia. Isso significa que nem sempre terá condições de evitar o processo de corrosão. Nesses casos, quando a prevenção não for eficaz e resultar em pequenos pontos de ferrugem, vale a pena removê-los com uma lixa 600. Após eliminação das manchas, uma camada de tinta de reparo deverá ser aplicada no local. Cabe destacar que esse procedimento pode deixar a pintura da região com um tom diferente do restante. Logo, não serve como proteção eficaz para todos os carros no litoral. Ela compensa mais se for executada em partes escondidas ou pouco visíveis do veículo.

Remova manchas com cera

No litoral, o ar carrega gotículas de água salgada para vários locais, o que inclui a lataria dos carros. Assim, quando a parte líquida evapora, restam apenas os sais sobre a superfície. Isso deixa um aspecto manchado nos vidros e na pintura dos veículos, como se tivessem borrões esbranquiçados. A lavagem com água e sabão nem sempre resolve o problema, então, a dica é manter aplicações frequentes de cera limpadora. As versões líquidas são mais fáceis de espalhar e podem ser distribuídas com um pano macio, em movimentos horizontais e verticais. As manchas vão sair facilmente e a camada de cera vai proteger a pintura por um bom tempo. Com a manutenção adequada, você poderá viver ótimas experiências com o veículo, sem se preocupar com danos.

Tenha cuidado com as capas

Manter o carro protegido, em área coberta e fechada, é uma das melhores maneiras de evitar o contato direto com a maresia. Além de guardá-lo em uma instalação que cumpra esses requisitos, você pode tirar proveito das capas que cobrem todas as superfícies do veículo. Providencie a sua antes de pegar a estrada e complemente a barreira física proporcionada pelas garagens. Mas atenção: a capa deve ser retirada com frequência para que não acumule umidade sobre a lataria, favorecendo o temido processo de corrosão. O produto que cobre o veículo também deve estar sempre limpo e livre de partículas. Observe as condições antes de usá-lo para evitar que o atrito com os grãos de areia risque a pintura.

Não deixe o carro perto do mar

Essa conduta não só ajuda a proteger as partes metálicas contra a corrosão, como também representa uma atitude consciente. Isso porque o uso de carros no litoral não deve envolver a condução sobre as faixas de areia que circundam a costa. Você não deve nem estacionar o veículo nas áreas próximas ao mar, visto que se trata de uma prática ecologicamente incorreta. Ter esse cuidado vai evitar incômodos diversos, incluindo o processo de corrosão do carro. Tenha em mente que a ação da maresia é mais intensa perto das águas por conta do quebrar das ondas, que espalha a névoa úmida e salgada por tudo o que estiver nas redondezas.

Dê atenção à parte interna

Aquilo que não fica exposto também tende a sofrer com a ação da maresia. Como exemplo, podemos citar os cabos responsáveis por levar a energia da bateria aos componentes do veículo. Justamente por não ver o problema é que você corre o risco de percebê-lo quando for muito tarde. A melhor forma de limpar a parte interna sem causar danos é recorrer a um especialista. Então, sempre que possível, agende uma revisão com um mecânico de sua confiança para que o profissional faça os procedimentos preventivos e os possíveis reparos seguindo o manual do proprietário. Esses cuidados básicos são valiosos e precisam ser cumpridos por todos os usuários de carros no litoral, independentemente da marca ou modelo — conheça melhor o HB20 Sport e o HB20S Diamond Plus. Boas práticas de limpeza e manutenção devem ser sempre complementadas por produtos de qualidade. Se você gostou do artigo e quer receber mais conteúdos relacionados a veículos, faça agora a sua inscrição em nossa newsletter!

Sigam as nossas redes:

Veja também