1.   
    Home
  2.  > 
    Descubra
  3.  > 
    Grávida pode dirigir até quando? Confira as recomendações para as futuras mamães

Descubra 09/03/2021

Grávida pode dirigir até quando? Confira as recomendações para as futuras mamães

Porta malas hb20

A maternidade é um período especial na vida das mulheres. Contudo, algumas mudanças são bastante perceptíveis durante a gestação, por isso, geram dúvidas que podem preocupar as futuras mamães. Uma das mais comuns tem a ver com o tempo em que a grávida pode dirigir. Saiba que não existe uma regra ou norma específica sobre o assunto, embora alguns cuidados sejam necessários para evitar problemas. Para falar sobre eles, elaboramos um artigo em forma de perguntas e respostas. Confira e se informe!

Até qual período a grávida pode dirigir?

A gestação promove alterações físicas e mentais que podem alterar o modo como a mulher executa suas atividades. Sintomas como enjoo, náuseas e tonturas são bem comuns nessa fase, por isso, é normal que a mulher tenha menos disposição para cumprir seus afazeres. Apesar das mudanças, cada pessoa experimenta a gravidez de um jeito único. Logo, o que incomoda uma mãe pode não fazer diferença nenhuma para outra. Assim, enquanto algumas optam por manter os trabalhos na modalidade home office, outras mantêm suas obrigações fora de casa. Considerando as particularidades de cada mulher e a experiência vivida por elas, não dá para determinar um momento de pausa na direção de veículos. O ideal é que a gestante discuta isso com o seu médico e observe as reações mês a mês, a fim de tomar a melhor decisão. Muitos profissionais da saúde costumam recomendar que grávidas parem de dirigir no oitavo mês de gestação. Isso porque, após esse período, os níveis de concentração e os reflexos da mulher tendem a ficar reduzidos, o que aumenta o risco de acidentes.

O que uma grávida deve evitar enquanto dirige?

Vale deixar claro que o Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) não define até quando uma grávida pode dirigir. Desse forma, se for considerada apenas a legislação, toda gestante poderia optar por conduzir veículos até o dia do parto. É claro que muitas mulheres decidem parar ou evitar a atividade por conta própria, seja por precaução, seja para evitar o desconforto promovido pelas mudanças no corpo. Em todo caso, aquelas que preferem continuar usando o veículo devem sempre apostar na direção defensiva. Veja o que as grávidas devem evitar ao volante: - percorrer longos trajetos sem pausa — paradas são necessárias para descansar e recuperar a energia; - dirigir sem se alimentar — estômago vazio aumenta a chance de sofrer enjoos e tonturas; - viajar em horários de pico — o movimento excessivo causa estresse e ansiedade, prejudicando a saúde da mãe e do bebê; - frequentar áreas problemáticas — locais inseguros e desconhecidos podem deixar a gestante preocupada, o que interfere em sua capacidade de tomar decisões. Em resumo, é crucial evitar situações que comprometam o bem-estar da mulher. Se a gestante sentir qualquer desconforto, deve pedir que outra pessoa conduza o veículo e permanecer como passageira. O acompanhamento médico também é essencial para que o profissional avalie as condições físicas e psicológicas da grávida. Com o apoio de um especialista, a gestante terá mais confiança para definir quando ou se deve parar de dirigir.

Como usar o cinto de segurança?

Esse dispositivo é um dos principais incômodos para as mulheres que estão passando pela gravidez. Afinal, fica posicionado sobre toda a região do tronco, pegando parte da barriga. Isso pode ser complicado para as gestantes, principalmente quando elas estão nos últimos meses. Muitas mulheres deixam de usar o cinto a fim de evitar dores e sensação de sufocamento. No entanto, esse dispositivo é fundamental para proteger a mãe e o bebê durante uma possível colisão ou freada brusca. Felizmente, há uma forma mais agradável de colocá-lo. Uma recomendação importante para as gestantes, é passar a faixa diagonal do cinto entre os seios. Já a parte de baixo (inferior) deve ficar abaixo do abdômen, nunca sobre ele. Essa medida evita a pressão na região do ventre.

Quais são as dicas para ficar mais confortável?

Como vimos, a grávida pode dirigir sem preocupações excessivas, desde que cada mulher respeite suas condições e tome os devidos cuidados. Além da segurança, é preciso pensar em conforto para que a experiência ao volante seja proveitosa. Confira algumas práticas que tornam a direção mais agradável para as gestantes: - colocar o banco para trás o máximo possível (desde que consiga alcançar os pedais), de modo a manter boa distância entre a barriga e o volante; - ajustar o apoio de cabeça de maneira que seu centro fique na altura dos olhos da condutora; - dirigir descalça para aumentar o contato com os pedais, além de evitar sudorese intensa e o inchaço dos pés; - utilizar roupas confortáveis para conseguir se movimentar livremente e evitar sensação de sufocamento. Manter uma rotina de exercícios físicos também ajuda a gestante a dirigir com mais conforto. Isso porque, ao cuidar do corpo, a mulher fortalece todos os músculos. Como resultado, sente menos dores ao operar veículos e ganha disposição para enfrentar o trânsito diário.

Quais são os benefícios dos carros da Hyundai?

Espaço e conforto são qualidades valorizadas em um veículo. Para as gestantes, esses diferenciais têm grande peso porque garantem uma viagem ou passeio mais agradável, seja qual for o destino. Nesse sentido, é importante procurar carros que ofereçam diferenciais. É o caso do Creta e do HB20, da Hyundai. Ambos são seguros e espaçosos, o que permite uma condução tranquila e prazerosa para todos os públicos. Veja exemplos de recursos no quesito conforto, segurança e tecnologia: - banco de motorista com ventilação (Creta 2020); - piloto automático (Creta 2020); - sistema de alerta e frenagem autônomo (Família HB20 Nova Geração); - Smart Key & Key Band que destravam e dão partida sem chave convencional (Creta 2020); - Stop & Go e Start Stop — desligam automaticamente o motor durante paradas, ligando e desligando o carro apenas com um toque (Família HB20 e Creta 2020). Agora você sabe que grávida pode dirigir sem problemas e que o veículo certo oferece todo o apoio necessário para as gestantes. Se gostou dos diferenciais apresentados em relação aos modelos da Hyundai, aproveite para conhecê-los mais de perto. Temos certeza de que vai se surpreender! Que tal começar agora? Entre em contato conosco pelo site e saiba mais sobre os diferenciais dos nossos veículos!

Sigam as nossas redes:

Veja também