1.   
    Home
  2.  > 
    Descubra
  3.  > 
    O coronavírus e os animais de estimação

Descubra 28/03/2020

O coronavírus e os animais de estimação

Como você já sabe, os últimos dias foram atípicos, principalmente por conta das mudanças causadas pelo coronavírus. Apesar de toda a informação disponível, ainda existe uma dúvida no ar. Afinal, quais os melhores cuidados com o pet durante a quarentena? Então, pensando no seu bichinho de estimação, elaboramos este post especial sobre o tema. O nosso objetivo é passar tranquilidade, demonstrando que existem boas práticas para que você proteja o seu pet e a sua família.

Como em toda crise, é natural que haja uma pitada de pânico e desinformação. Por isso, reunimos algumas dúvidas comuns e as suas respostas. Dê uma olhada!

O meu pet pode contrair o coronavírus que causa a Covid-19?

Não. Aqui temos uma boa notícia! Segundo profissionais veterinários, os bichinhos podem pegar uma variante de coronavírus exclusiva a eles, que inclusive já conta com vacina. No entanto, o Sars-CoV-2, responsável pela crise atual, não tem a capacidade de prejudicar cães, gatos e afins.

Então, eu não preciso fazer nada?

Muito pelo contrário! O animalzinho pode não ser afetado pela doença em circulação, mas se ele tiver contato com uma superfície infectada, ele mesmo se tornará um vetor da contaminação, transmitindo para você.

Como isso aconteceria?

Basta imaginar a realidade do seu pet. Digamos que você dê um passeio pela rua de casa. Imagine também que, momentos antes, uma pessoa infectada fez o mesmo trajeto e espirrou por ali, espalhando gotículas de saliva sobre a calçada. Ou seja, você nem se dá conta de que o animal pisou em um foco de contaminação. Mais tarde, você brinca com o pet e contrai o vírus ao tocar em suas patas. Sem lavar a mão e se dar conta do risco, você toca em uma região vulnerável, como olho, boca ou nariz, e assim, pode ser infectado.

Os 3 melhores cuidados com o seu pet durante a quarentena do coronavírus:

Confira as nossas dicas para que você, seu pet e sua família estejam protegidos durante esse momento!

1. Evite sair de casa

“Ah, pessoal! Mas como ele vai fazer as necessidades?” Amigo leitor, se tem uma hora para ser criativo, é agora! Durante esse momento, você deve minimizar a sua exposição ao máximo. Evitando os passeios, você diminui drasticamente a chance de que o vírus entre na sua casa.

2. Limpe a patinha do animal

Se você precisa lavar as mãos, o seu pet deve lavar as patinhas, sobretudo depois de um passeio. Além disso, também é interessante dar banho no animal em intervalos menores, pois isso garante que sua pelagem não tenha absorvido nada contagioso nos últimos dias.

3. Não isole o seu pet

Como já dissemos, toda crise causa desinformação. Você já está em uma quarentena, portanto, não fique com medo do pet te passar algo, colocando-o em uma outra quarentena. Basta cuidar um pouco mais da higiene do animal, garantindo que ele esteja sempre limpo e pronto para receber carinho. Por fim, lembre-se que não há motivo para pânico. O importante nessas horas é seguir o bom senso, obedecendo boas práticas feitas em todo o mundo, ficando em casa, lavando bem as mãos, os alimentos, usando álcool em gel e por aí adiante. Agora que você já tem todas as informações é hora de contribuir positivamente. Para isso, compartilhe este post nas suas redes sociais, demonstrando para os seus amigos como eles podem cuidar de seus pets durante a quarentena!

Veja dicas de como se proteger do coronavírus no carro:

Sigam as nossas redes:

Veja também