1.   
    Home
  2.  > 
    Inovação e Tecnologia
  3.  > 
    Carros com direção elétrica valem a pena? Conheça as vantagens

Estilo de Vida 03/12/2020

Carros com direção elétrica valem a pena? Conheça as vantagens

Carro com direção elétrica

Se você acompanha os lançamentos e as tendências das quatro rodas, deve ter notado que está cada vez mais comum a opção de carros com direção elétrica. Mas o que é exatamente essa novidade? Esse novo sistema de auxílio na direção traz segurança, conforto e economia para motoristas nesta nova década. Veja como funciona, as diferenças para a direção hidráulica e por que vale a pena investir no novo modelo. Confira!

O que é a direção elétrica?

Por muito tempo, dirigir um carro significava fazer um grande esforço com os braços de vez em quando. Principalmente nas manobras e balizas — por causa de um arraste maior do pneu com o solo —, a conexão mecânica direta exigia muito mais força no esterçamento para que as rodas obedecessem o comando do motorista. Com o avanço da tecnologia e da engenharia automotiva, modelos modernos começaram a ganhar assistentes capazes de dividir esse peso com o motorista, tornando a direção mais leve e confortável. O modelo mais popular nesse sentido até hoje é a direção hidráulica. Porém, um novo sistema mais eficiente está tomando o seu lugar. A direção elétrica é uma consequência positiva da autonomia de sistemas inteligentes. Um motor elétrico com um processador próprio e sensores avançados consegue interpretar diversos fatores como o quanto o volante foi esterçado, a velocidade do carro e a temperatura do motor. Com essas informações em tempo real, define o quanto de força é necessário aplicar para manter o controle constante e leve nas mãos de quem dirige.

Quais as diferenças em relação à direção hidráulica?

A direção hidráulica é um sistema completamente mecânico e analógico. Uma bomba usa a energia do motor para movimentar um pistão dentro de um compartimento com um fluído, geralmente óleo. A pressão resultante desse movimento é a força utilizada pelo sistema para auxiliar motoristas na hora de girar o volante. Já na direção elétrica, não existe nenhum desses componentes — pistão, correias, polias, mangueiras. Tudo é substituído pelo motor elétrico e sua central de processamento que ajusta a rotação de acordo com a necessidade da direção. É um sistema mais autônomo e inteligente, que consegue se adaptar a diversas situações. Quais são as vantagens dos carros com direção elétrica? A tendência com o tempo é que a direção elétrica substitua completamente a hidráulica, assim como ocorreu com o sistema tradicional nas últimas décadas. Isso acontece principalmente pelos benefícios do modelo eletrônico na hora de dirigir e pela durabilidade dos componentes. Veja quais são essas vantagens!

Mais precisão e leveza

A diferença prática entre a direção elétrica e a hidráulica não é tão drástica quanto foi a transição do sistema antigo para o que temos hoje. Para o ato de dirigir em si, as vantagens estão nos detalhes. O novo sistema eletrônico é mais leve e estável que o anterior. Se você já dirige há algum tempo, deve notar que a hidráulica possui variações de peso no esterçamento de acordo com a velocidade. No caso da nova direção, o motor elétrico consegue ajustar sua rotação em tempo real de acordo com a velocidade do carro, a urgência do movimento e o ângulo virado para manter o peso constante independente da situação.

Mais segurança

Algumas pessoas ainda preferem a direção hidráulica por uma questão de sensação do ato de dirigir, principalmente nas estradas. Mas é inegável que a elétrica traz mais segurança em altas velocidades e conforto dentro da cidade. Como o sistema é mais previsível e preciso, o controle está sempre na mão de quem dirige e o carro responde de uma forma mais uniforme em todas as situações. Isso ajuda muitos motoristas a se acostumarem com a direção e a não terem sustos na hora de uma manobra emergencial.

Mais economia

Um ponto que muitos consumidores ainda não sabem é que a direção elétrica pode fazer o carro gastar até 5% menos de energia do que a hidráulica. Mas como isso é possível? Como o modelo de fluído e pistão é mecânico, ele está o tempo todo usando a energia do motor para funcionar, mesmo quando o carro está parado ou em linha reta. Já o sistema eletrônico consegue ajustar seu torque de acordo com a necessidade. Ou seja, quando o volante não está sendo acionado, ele se mantém em um estado de "stand by", sem utilizar a energia vinda do combustível.

Menos manutenção

Se há uma verdade na vida útil de um carro é que quanto menos peças ele tiver, menos manutenção é preciso fazer. Isso também é verdade para o novo sistema de direção. A direção hidráulica tem muitos componentes a mais que necessitam de revisão e manutenção, como fluído, pistão e correias. Já a eletrônica é composta apenas de uma peça, duradoura, simples e barata de ser trocada caso haja a necessidade.

Mais sustentabilidade

Um carro com menos componentes para trocar, que gasta menos combustível e que dura mais é, sem dúvidas, um carro mais sustentável. E a preocupação de montadoras e motoristas é de criar um trânsito cada vez mais limpo e eficiente, sem tanta emissão de gases poluentes na atmosfera. A direção elétrica é mais uma contribuição nesse sentido.

Quais os cuidados necessários?

Não existe nenhum cuidado na preservação e utilização da direção elétrica que seja diferente da hidráulica. Mesmo sendo mais simples, as recomendações continuam as mesmas: fazer manutenção preventiva com revisões periódicas e dirigir com segurança.

Por que escolher a direção elétrica?

Painel de carro com direção elétrica

Depois de analisar todos esses pontos, dá para entender por que a tendência é que carros com direção elétrica se tornem o padrão nos próximos anos, substituindo de vez a direção hidráulica, não é? É um sistema mais previsível, leve e seguro, que dá conforto a motoristas e passageiros e ainda mais praticidade na hora de manobrar o carro na cidade. Isso sem falar na economia de combustível e de manutenção ao longo do tempo. É hora de buscar essa novidade no seu próximo modelo! Quer entender mais sobre como a tecnologia está ajudando motoristas? Veja nosso artigo especial sobre como usar os recursos do seu câmbio automático!

Sigam as nossas redes:

Veja também