1.   
    Home
  2.  > 
    Descubra
  3.  > 
    Viajar de carro: 14 dicas para não passar aperto

Descubra 02/12/2020

Viajar de carro: 14 dicas para não passar aperto

Quando o assunto é conhecer o mundo sem ter que se preocupar com o limite de bagagem, vendo de perto paisagens incríveis, com maior liberdade para decidir os próprios horários, podendo fazer quantas paradas quiser e sem abrir mão de economizar, não há como negar: viajar de carro é sempre a melhor opção. Afinal, ao cair na estrada, você não só tem tudo isso como ainda vive a aventura de explorar seu estado, seu país e até outras nações. Porém, se você nunca teve essa experiência e está com dúvidas sobre como se planejar e quais cuidados deve tomar para que a viagem seja tranquila e proveitosa do início ao fim, não se preocupe. Neste post, você vai conferir uma série de dicas que vão ajudá-lo a tornar esse momento especial. Confira!

Cuidados com o carro e a documentação

Para começar, as dicas envolvem dois pontos importantes: o carro e a documentação dos viajantes. Elas são bem simples e práticas, mas, ainda assim, asseguram que vocês não vão enfrentar perrengues quando estiverem na estrada e, em especial, ao chegarem no tão aguardado destino. Veja!

1. Esteja com a documentação em diaViajar sem documentação nunca é um bom negócio, pois, em algum momento, você pode precisar se identificar, comprovar parentesco com outro familiar e/ou mostrar que é o dono do veículo que dirige para outras pessoas, instituições ou mesmo autoridades locais. Por isso, evite problemas desnecessários organizando uma pequena pasta — que pode ficar no porta-luvas do carro — com os seguintes documentos: - Carteira de Identidade (RG); - Carteira Nacional de Habilitação (CNH); - Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). "E se eu quiser visitar países que são vizinhos do Brasil, como a Argentina, o Uruguai e o Paraguai?", você pode estar se perguntando. Por isso, saiba que se o seu objetivo é atravessar as fronteiras do país de carro é indispensável ter outros documentos em mãos. São eles: - Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP); - Seguro Carta Verde — que é o modelo de seguro oficial para motoristas que querem transitar de carro pelos países do Mercosul. Lembrando que o RG e o CIVP são obrigatórios não só para o motorista, mas também para todos os passageiros que viajam ao seu lado — independentemente da idade deles. Além disso, sempre é bom carregar, junto a essa documentação, uma cópia da reserva feita no hotel, na pousada ou no albergue em que você está hospedado, pois isso pode ser solicitado a você durante uma blitz, por exemplo.

2. Faça uma revisão completa no carroAntes de viajar, é fundamental que você vá até uma oficina e faça uma revisão completa no seu carro. Essa é a única forma que você tem de garantir que o veículo está com todos os sistemas internos e peças funcionando, evitando, assim, problemas que possam causar danos ao automóvel e comprometer a segurança de todos os viajantes. Entre os principais aspectos que devem ser avaliados estão: - o estado dos pneus — o que pode exigir uma substituição deles quando estão carecas ou com algum dano aparente que cause desalinhamento do carro; - o motor — para checar se há algum vazamento, se ele está funcionando adequadamente e como anda o nível do óleo; - filtro do ar-condicionado — para identificar se há problemas com o fluxo do ar dentro do veículo, o que pode levá-lo a ser menos eficiente; - parte elétrica — se as luzes do carro acendem corretamente e se há algum sinal luminoso no painel que indique problema no veículo; - sistema de freios — para certificar quanto os freios traseiros quanto os dianteiros estão em bom estado e respondem imediatamente ao se pisar no pedal.

3. Mantenha o tanque cheioPor último, lembre-se de encher o tanque antes de dar início à sua viagem. Pode parecer algo óbvio, mas a verdade é que há muito motorista que resolve deixar para abastecer ao longo do percurso, nos postos de estradas e rodovias. Contudo, isso é arriscado por dois motivos. O primeiro deles é que não há como garantir 100% em que momento você vai passar pelos postos nem se eles estarão, de fato, funcionando. Ou seja, você pode ficar sem combustível antes do previsto e não ter como resolver a situação porque o local está distante ou simplesmente fechado. O segundo motivo é que você pode acabar gastando mais se deixar para abastecer nesses postos, já que o preço do combustível pode ser maior do que o valor cobrado na sua cidade — principalmente em datas comemorativas, como Natal, Réveillon, Carnaval etc. Por isso, vale a pena cuidar desse assunto antes de viajar. Aqui vai um conselho extra: quem tem um veículo flex, como os da linha HB20 e Creta, deve ficar atento aos valores da gasolina e do etanol para ver qual deles está mais em conta para abastecer com o melhor custo-benefício. Para isso, lembre-se daquela regrinha básica de que o custo do álcool deve ser sempre equivalente ao da gasolina multiplicado por 0,7. Se em algum posto ele estiver acima dessa média, então não compensa abastecer com ele.

Cuidados com o caminho

"Já anotei as dicas sobre o meu veículo e a documentação dos viajantes. Qual o próximo passo?", você deve estar curioso para saber. Pois bem, não há mistério! O foco agora é o caminho que você vai percorrer até o destino e como garantir que esse percurso aconteça sem imprevistos. De quebra, ainda há sugestões de como aproveitar as particularidades dos locais pelos quais você passará ao longo da viagem. Curioso para saber mais? Então, continue a leitura!

4. Organize um roteiroAntes de qualquer coisa, é importante que você organize um roteiro de viagem. Porém, atenção! Ele não se trata do que você vai fazer no seu destino, mas sim sobre qual será o caminho a ser percorrido de carro por você e seus acompanhantes. Isso porque muitos viajantes concentram toda a energia na parada final, ansiosos para chegar logo, e acabam perdendo a oportunidade de aproveitar as estradas bonitas pelas quais é possível passar, os locais de natureza intocada que existem por esse Brasil tão extenso e as cidades pequenas que dá para visitar em poucas horas e se encantar com o tanto de história, cultura, arquitetura e gastronomia que elas têm. Ficou interessado em também ter uma experiência inesquecível na sua próxima viagem? Pois conte com a ajuda da internet para pesquisar o que está ao longo do seu trajeto e quais são as maravilhas pelas quais você pode se aventurar (e se surpreender). Por exemplo, se você sai de Fortaleza em direção a Natal, pode passar por Canoa Quebrada, Morro Branco e Porto do Mangue. Três municípios pequenos, com forte tradição pesqueira, clima pacato, construções praianas e cenários paradisíacos compostos por dunas e falésias que vão render ótimas fotos e momentos de descontração e, ainda, vão renovar as suas energias.

5. Programe as suas paradasEnquanto você monta o seu roteiro, já pode aproveitar para estabelecer onde vão ocorrer as suas paradas. Isto é, quando você deixa a direção de lado e faz pausas de minutos ou horas para ter uma refeição mais completa, ir ao banheiro, se alongar, abastecer o carro se for preciso, comprar algo que deseja etc. Pegando o exemplo anterior, o trajeto de Fortaleza para Natal dura cerca de 8 horas. Nesse caso, dá para optar por pausas a cada 2 ou 4 horas, podendo realizá-las nas cidades que mencionamos — para descobrir novas culturas e paisagens que esses locais têm a oferecer — ou, então, deixar para fazê-las nas cidades que são cruzadas pelas estradas que ligam as duas capitais (a BR-304 e a BR-226).

6. Acompanhe a previsão do tempoFora o roteiro e o planejamento das paradas, é importante que você acompanhe a previsão do tempo pelas regiões onde você vai passar. O motivo é bem simples: isso vai ajudá-lo a confirmar se vale a pena pegar a estrada nesses locais ou se é melhor seguir por outros caminhos. Afinal, é possível que em determinados municípios esteja chovendo muito, haja casos de temporais, formação de neblinas, ocorrência de relâmpagos e raios, interdição de vias por conta de alagamentos e enchentes, etc. Logo, não é indicado dirigir nessas situações que podem atrapalhar a visibilidade nas estradas e rodovias, tornar o tráfego de carros mais lento e aumentar as chances de acidentes no trânsito.

7. Atualize o seu GPSContar com um GPS é essencial ao viajar de carro. Por meio dele você pode receber avisos em tempo real sobre como está o trânsito nas estradas, ser alertado sobre acidentes e interdições que estão ocorrendo em alguma parte do seu trajeto, descobrir onde estão os estabelecimentos mais próximos (como restaurantes, postos, farmácias etc.) e muito mais. É por essa razão que a nossa sétima dica é atualizar o seu GPS para se certificar de antemão que ele está funcionando adequadamente e já deixar salvo o trajeto que você vai fazer. Inclusive, muitos servidores de navegação permitem que você consiga compartilhar o percurso que você vai fazer com familiares e amigos. Além dele, é uma boa ideia ter um mapa de apoio. Isso porque, embora seja raro, é possível que em alguns locais mais isolados haja interferência ou mesmo ausência de sinal do GPS e das redes de telefonia. Portanto, nessa situação, o mapa vai funcionar como um plano B.

Cuidados com os viajantes

Ao viajar de carro, também é importante adotar alguns cuidados com o bem-estar dos viajantes para garantir que a experiência seja positiva, agradável e segura para todos. É por isso que reunimos algumas sugestões para ajudá-lo quanto a esse assunto. Veja quais são elas!

8. Tenha água para beberMesmo realizando paradas para fazer refeições e beber algo, você e os demais viajantes vão passar a maior parte do tempo nas estradas, sem nenhum estabelecimento comercial por perto. Por isso, é importante que vocês não caiam no erro de viajar sem levar água no carro, pois cedo ou tarde alguém vai ficar com sede. Afinal, ficar sem beber água por um longo período pode causar desidratação, o que gera boca seca, cansaço acentuado, tonturas, dores de cabeça, suor excessivo e enjoos — sendo que crianças são mais sensíveis a esses sintomas do que adultos. Ou seja, por falta de atenção, o trajeto até o seu destino acaba se tornando um verdadeiro problema. Por esse motivo, faça o roteiro de viagem com antecedência. Você pode, por exemplo, comprar um galão de água de cinco litros em supermercado. Ele é prático de ser carregado e não ocupa muito espaço no interior do carro. Além dele, é uma boa ideia comprar sucos de caixa e bebidas isotônicas — que vão, sem dúvidas, garantir a hidratação de todos.

9. Prepare alguns lanchinhos para comer na estradaDo mesmo jeito que não dá para esquecer da água ao viajar de carro, também é importante ter alguns cuidados com a alimentação. Isso porque qualquer um pode sentir fome enquanto está na estrada. Para completar, aqueles que têm restrições de dieta, alergias ou mesmo intolerâncias alimentares podem encontrar dificuldades para fazer uma refeição ou lanche ao parar em um restaurante, cantina ou mercado. Daí já viu: será preciso contar com a sorte ao passar pelas cidades ao longo do percurso. Portanto, para evitar esse tipo de complicação desnecessária, monte uma pequena lista de alimentos para comprar e levar no carro. Lembrando, é claro, que eles não devem ser perecíveis ou do tipo que necessitam de refrigeração, certo? Algumas sugestões são frutas secas, barras de cereal, biscoitos, snacks, bolos etc. Já entre as comidas que podem ser preparadas em casa, há a opção de tapiocas, sanduíches, pães de queijo, pastéis, coxinhas e afins.

10. Tenha um kit de saúde e higiene com vocêOutra dica que não pode faltar aqui é ter um kit de saúde e higiene dentro do veículo, pois imprevistos acontecem e ninguém é imune a eles. Uma pessoa pode derrubar bebida no interior do carro ou se sujar enquanto come, por exemplo. Fora isso, os seus companheiros de viagem podem adoecer, ter alguma reação alérgica ou se acidentar (ficando com um corte ou ferimento) por conta de algum descuido. Logo, estar preparado para agir nessas horas é fundamental para evitar complicações. "Entendi. Porém, o que devo colocar nesse kit?", você deve estar se perguntando. Por isso, nós listamos os produtos que não podem faltar: Itens de saúde: - soro fisiológico; - antisséptico; - gazes e ataduras; - esparadrapo; - curativos adesivos; - protetor solar; - analgésicos; - antitérmicos; - antigripais; - anti-inflamatórios; - anti-histamínicos. Itens de higiene: - saco de algodão; - álcool em gel; - panos de microfibra; - flanelas. Vale mencionar que esses produtos podem ser guardados em uma caixa de primeiros socorros, em uma necessaire ou mesmo um em estojo. Fica ao seu critério escolher a melhor forma de transportá-los. Porém, lembre-se: nunca os deixe expostos ao sol, pois a radiação e o excesso de calor podem estragá-los, principalmente quando se trata dos remédios. O ideal é que o kit fique armazenado no porta-luvas.

11. Combine de revezar a direção do carroOs cuidados com os viajantes não dizem respeito apenas aos passageiros. O motorista também merece atenção. É por isso que, em viagens longas, o ideal é que você não só faça as paradas que já mencionamos, como combine com uma ou mais pessoas que também dirigem para que elas revezem a direção do carro durante o trajeto. Por exemplo, imagine que três dos viajantes têm carteira de motorista e que a duração da viagem é de 12 horas para chegar ao destino desejado. Nessa situação, cada pessoa pode dirigir por 4 horas, trocando a sua vez a cada pausa feita para abastecer, comer algo ou simplesmente esticar as pernas. Isso evita que só uma pessoa fique responsável por fazer todo o percurso. Afinal de contas, o cansaço vai afetá-la com o tempo, especialmente se ela não está acostumada a dirigir por horas a fio de uma só vez — e vale lembrar que cansaço e direção são duas coisas que não combinam. Portanto, cuide do bem-estar e da segurança de todos!

Cuidados em relação ao entretenimento

Para encerrar, não dá para deixar de falar sobre o entretenimento em uma viagem de carro, não é mesmo? Além de ajudar a passar tempo, isso proporciona boas risadas, momentos de interação e descontração e ainda ajuda a torna a experiência muito mais marcante na memória de todos. Por isso, tome nota das nossas dicas!

12. Separe alguns brinquedinhos para as criançasSe você vai viajar com crianças — e se serão longas horas de estrada até o destino —, é importante pensar em como distraí-las durante o trajeto, pois elas se entediam e ficam inquietas com mais facilidade do que os adultos. Basta lembrar que, na infância, o que mais se faz é brincar, pular, correr e se movimentar. Portanto, é natural que os pequenos reajam dessa forma. O bom é que não há muito mistério para lidar com a situação. Apenas é necessário pensar em algumas soluções que os mantenham ocupados e entretidos, como levar: - consoles portáteis para que elas fiquem jogando; - HQs e gibis infantis para que elas possam ler e passar o tempo; - tablets com filmes e séries baixados por serviços de streaming para eles assistirem; - brinquedos (como bonecos, ursos de pelúcia, blocos de montar etc.) que eles possam manusear facilmente e não ocupem muito espaço.

13. Conte com distrações para os adultosNão pense que são apenas as crianças que precisam de distração ao viajar de carro. Para os adultos, ela também é mais do que bem-vinda! Dá para levar livros (e montar um miniclube do livro para discutir a obra que foi lida) e revistas (como as de palavras-cruzadas e sudoku) e aproveitar para proporcionar momentos de grande interação. Outra opção é investir em jogos que podem ser feitos sem a necessidade de materiais ou recursos extras. Por exemplo, aqueles que envolvem perguntas e respostas, os famosos quizzes. Sites como o do Buzzfeed — que podem ser acessados facilmente pelo seu celular — contam com vários deles que trazem questões sobre cultura pop, cinema e televisão. Se o destino é no exterior e nem todo mundo se sente seguro para falar em outro idioma, saiba que também dá para baixar aplicativos no celular que ajudam no aprendizado de outras línguas. Normalmente, eles trazem diversos desafios e quizzes que ajudam a deixar o pessoal preparado para se virar nas mais diferentes situações quando chegarem ao destino. É o caso do Duolingo, do Babbel, do Cake e do Cambly.

14. Crie uma playlist especial e alegreSituações especiais sempre ficam melhores e mais marcantes quando são embaladas por música, não é verdade? Afinal, além de distrair e ajudar a passar o tempo, elas consegue levantar o astral de qualquer um, despertar as mais diversas emoções e ainda conectar pessoas. Por essa razão, não pode faltar uma boa playlist para quem vai viajar de carro e desbravar diferentes lugares. Para tanto, invista em uma lista colaborativa em aplicativos como o Deezer e o Spotify. Assim, cada um dos viajantes pode adicionar as canções que deseja a partir do próprio celular, o que garante que todos os gostos musicais sejam contemplados e ninguém acabe excluído. O mais legal é que dá para fazer isso tanto antes de cair na estrada quanto durante o percurso. Basta apenas que seus acompanhantes de aventura estejam com acesso à internet. Já pensou você e os demais passageiros se divertindo e cantando em coro? Vai parecer cena de filme! Como você notou, viajar de carro vai muito além de economizar e aproveitar suas férias com mais autonomia. É se aventurar ao lado das pessoas que você gosta, estreitando os laços, se permitindo descobrir novas culturas e lugares e vivenciando experiências que vão ficar guardadas na memória. Por isso, siga nossas dicas para desfrutar de uma viagem organizada, segura e, é claro, cheia de diversão. Gostou da leitura e das sugestões que trouxemos aqui? Então, compartilhe o post nas suas redes sociais. Assim, os seus amigos e familiares ficam por dentro de todos os detalhes de como organizar a melhor e mais proveitosa viagem de carro!

Confira agora as 9 dicas que preparamos para uma viagem de carro inesquecível!

Sigam as nossas redes:

Veja também