1.   
    Home
  2.  > 
    Descubra
  3.  > 
    Quando é hora de trocar de carro? Veja 10 sinais

Descubra 08/02/2021

Quando é hora de trocar de carro? Veja 10 sinais

documento

Algumas pessoas têm o hábito de trocar de carro uma vez por ano pelo menos, já outras acabam levando muito mais tempo que o ideal para substituir o automóvel. E você, já está com o mesmo veículo há muito tempo e considera trocá-lo? Uma coisa é fato: uma hora ou outra virá o momento de se despedir do seu grande companheiro de estrada. O problema é que reconhecer que esse momento chegou não costuma ser uma tarefa muito simples. Além do afeto envolvido, ainda é fundamental relevar fatores práticos. Pensando em ajudar nessa tarefa, preparamos este texto com 10 sinais que mostram a hora de trocar de carro! Continue acompanhando e confira! Boa leitura!

1. Quilometragem alta

Um excelente sinal para saber se chegou a hora de trocar de carro é avaliar a quilometragem, pois você vai descobrir o quanto o automóvel já foi usado. Saiba que por volta dos 60 mil km o automóvel já começa a demonstrar desgaste natural em alguns componentes, como a embreagem e a suspensão. Por isso, ele acaba exigindo manutenção com mais frequência. Em geral, o impacto começa a ser sentido entre os 60 e 100 mil quilômetros rodados. Logo, esse é um ótimo momento para efetuar a troca.

2. Custo de manutenção

Esse é um sinal que vai surtir efeito no bolso do motorista. Obviamente que o carro novo ou usado tem custos de manutenção. No entanto, quando você passa a gastar mais que o previsto, pode ser o momento de trocar de carro. Mas, afinal, como saber se a manutenção do carro está acima do esperado? Bom, não é difícil fazer essa conta. No geral, é preciso saber que os gastos não podem ultrapassar 10% do valor de venda do seu carro. Ao consultar a Tabela Fipe, você consegue saber a cotação do modelo do seu automóvel. Não se esqueça: a tabela disponibiliza o preço médio de mercado, mas há outros fatores que também influenciam o valor do carro, como parte elétrica e estado de conservação. Então, a conta é bem simples de ser feita: se o seu automóvel vale R$ 40 mil, o custo de manutenção não deve ultrapassar os R$ 4 mil ao ano. Lembrando que é preciso incluir a troca de óleo e demais gastos rotineiros de um carro. Caso passe desse valor, é o momento de repensar as despesas e planejar a troca do bem.

3. Pequenos problemas surgindo constantemente

Quando o veículo passa a dar várias panes, deixando o dono em situações complicadas, é comum pensar que ele precisa ser trocado. Então, se você buscou a opinião de um mecânico de confiança, e esse profissional afirma que as falhas constantes do carro são em decorrência do desgaste, é hora de cogitar a compra de um veículo novo para não ter mais problemas.

4. Desvalorização do automóvel

Quem tem um carro não precisa ficar por fora de tudo que está rolando de novidade no mercado. É bastante comum que as montadoras realizem lançamentos de versões repaginadas dos automóveis. Isso, para quem está acostumado a ficar com um carro por um longo tempo, acaba sendo ruim, pois impacta diretamente o valor de venda do modelo. Portanto, uma ótima razão para trocar o seu veículo é a desvalorização. Não esqueça que uma mudança muito radical no modelo do seu carro ou, ainda, sua saída de linha podem ser ótimos motivos para gerar uma grande desvalorização. Então a dica é: caso você fique sabendo de algo que significa uma grande queda no valor do seu veículo, troque-o imediatamente. Saiba que quanto mais tempo você aguardar para tomar essa decisão, mais valor de mercado ele vai perder. Por fim, é importante ter em mente que alguns veículos são notórios por desvalorizarem de forma muito rápida. Assim, é necessário considerar isso quando for vender o seu automóvel e adquirir um novo.

5. Alto nível de consumo de combustível

Esse é um bom sinal de que chegou a hora de fazer a troca do veículo. As pessoas que utilizam o carro durante muito tempo ao dia, por exemplo, podem ter o bolso afetado de maneira progressiva com o aumento do consumo de combustível. Isso pode ocorrer por conta da idade do veículo ou porque determinado modelo já tem essa característica. Então, no momento de fazer a troca, tente sempre escolher um que apresente quilometragem baixa por litro, isto é, que seja capaz de rodar mais gastando menos combustível.

6. Mudança nas necessidades pessoais

Nem sempre o veículo precisa se tornar um grande peso no orçamento ou apresentar problemas para ser trocado. Vamos imaginar que sua família vai aumentar, devido à chegada de um bebê. Em casos como esse, pode ser que você precise de um carro maior para conseguir levar todos. Isso também vale para as mudanças profissionais, pois pode ocorrer de você necessitar de um carro melhor na estrada ou para viagens de trabalho. Pode ser também por causa de uma mudança de endereço para um lugar mais rural. Enfim, há algumas situações que fazem com que seu veículo não seja mais adequado às necessidades do dia a dia. Então, quando isso acontece, saiba que é o momento de trocar de carro.

7. Fim da garantia

A maior parte dos veículos que é fabricada e vendida aqui no país vem com uma garantia de 3 anos, embora algumas fabricantes ofereçam 5 anos. Por essa razão, muitas pessoas gostam de trocar o automóvel depois desse intervalo de tempo, mesmo quando eles estão com um registro baixo de quilometragem. Ao contrário do que muitos pensam, a garantia é bastante específica quando se fala de um automóvel. Resumindo, alguns itens de desgaste natural do carro não são cobertos pela garantia que as revendas de veículos anunciam. Vale destacar que o serviço de um veículo novo contempla: - suspensão; - elementos que componham o sistema mecânico; - substituição de todo o conjunto de acessórios. O que a cobertura não abrange: - pneu; - correias; - estofamento interno; - fluidos; - amortecedores; - filtros. Como você pode ver, não há dúvidas de que a garantia compreende as partes que normalmente são mais onerosas para o dono do automóvel. Portanto, é preciso ter bastante atenção quanto ao fim do prazo da garantia do veículo, uma vez que a primeira manutenção fora dela pode gerar um gasto que você não estará preparado para pagar.

8. Necessidade de mais segurança

Muitas pessoas que têm um veículo um pouco mais antigo, sem alguns acessórios, como o air bag, por exemplo, acabam considerando o investimento em um carro mais novo. Você não se sente muito seguro a bordo ou acha que o carro tem pouca estabilidade? Então já pode pensar em substituí-lo. Lembre-se de que não é apenas a sua segurança que está em risco, mas também a dos outros passageiros.

9. Aumento do seguro de carro

Todos sabem que quanto mais antigo é o carro segurado, maiores são os valores que devem ser pagos ao contratar e renovar o seguro. Afinal de contas, tal aumento acontece graças à dificuldade de encontrar as peças de reposição do automóvel. Por isso, muitas pessoas decidem fazer a troca por um veículo mais novo, a fim de pagar um seguro com valor mais acessível.

10. Crescimento do orçamento

O veículo representa o momento de vida de todas as pessoas. Por isso, é muito comum mudar de modelo quando se recebe uma promoção de emprego ou um aumento de salário, por exemplo. Quando isso ocorre, o mais indicado é jamais agir por impulso. Ter cautela nessa hora é o ideal, pois é importante fazer um planejamento, pesquisar várias opções e adquirir o automóvel que mais se encaixa no novo estilo de vida. Antes de concretizar a troca, é fundamental considerar um item muito básico: o tipo do automóvel que você tanto deseja. Para evitar uma compra equivocada, procure sempre listar as características que você espera que o veículo tenha. Você precisa de um carro compacto? Mais potente? Econômico? Tecnológico? Avalie com cuidado para não se arrepender depois de fechar negócio. Para ajudar na sua escolha acertada, você precisa conhecer dois carros incríveis: o HB20 e o Creta. O primeiro garante a você uma elegância em cores, sofisticação, muita ousadia, conforto, tecnologia avançada e uma grande exclusividade em segurança e proteção para sua família. O Hyundai Creta é potente e muito compacto. Seu design é afilado e o SUV é capaz de entregar mais conforto e estabilidade para todos os passageiros. Ele apresenta a tranquilidade e a estabilidade para garantir a segurança que você precisa. São veículos que vão ficar com você por um longo tempo, sem dar dor de cabeça nenhuma. Se busca qualidade, inovação e tecnologia, com tais carros terá tudo isso e muito mais. Bom, esperamos que, com esses sinais apontados aqui, você tenha um excelente embasamento para decidir a melhor hora para trocar de carro. Não deixe de avaliar todos os prós e contras com toda calma para fazer uma escolha impecável! E aí, gostou do texto? Quer conhecer mais a fundo os veículos da Hyundai? Então aproveite para entrar em contato conosco agora mesmo! Nós vamos tirar todas suas dúvidas!

Sigam as nossas redes:

Veja também